Como ensinamos… Ciências

Salve Maria!

Recebo muitas mensagens perguntando como acontece o nosso homeschool e por isso farei uma série de posts que mostram um pouco do nosso esforço. Este post é para explicar como ensinamos Ciências. Eu convido você a ler este texto: ENSINO DE FÍSICA NO BRASIL. Eu já tinha muitas desconfianças sobre o ensino de Ciências no Brasil e, através de alguns blogs de HS americano, havia decidido que ensinaria meus filhos mais pela prática do que pela teoria. Este texto, no entanto, esclareceu de uma vez por todas para a nossa família onde reside precisamente o problema do ensino de Ciências no nosso país e nos ajudou muito a modificar a nossa perspectiva.

A partir deste contexto, eu também conheci um pouco da perspectiva da Charlotte Mason (ver POST) e sobre explorar o ambiente da natureza tendo como ponto de partida aquilo que você tem mais perto de si: ou seja, a sua casa. Comece onde você está. Pode ser pouco, mas se você começa daquilo que você pode acessar todos os dias, você aprenderá todos os dias. Este livro está à venda na Amazon e possui excelentes dicas (é ricamente ilustrado, mesmo que seu inglês não seja avançado, dá para aproveitar):

61QALVVX7OL._SX258_BO1,204,203,200_

Isto mudou nossa rotina para melhor. Temos projetos e experiências toda semana. Na minha casa não há muito espaço com plantas, mas há duas árvores no passeio da minha casa e quase todos os dias, nos sentamos sob elas. São dois agradáveis chorões com terra suficiente para meu filho cavar e descobrir minhocas. Plantamos ao redor das árvores, brincamos com flores, observamos os insetos e pássaros.

l6 l5

Reconhecer o canto dos pássaros e depois pesquisá-los em casa; colher flores no caminho até a padaria e ir aprendendo sobre as partes de uma planta; aprender que a minhoca tem entre 2 e 15 pares de corações; molhar as plantas: com crianças pequenas isto é fundamental para o ensino de Ciências. Isto também é o grande alívio nos meus dias, pois quando simplesmente sentamos sob a árvore eles ficam calmos, não criam conflitos, passam horas mexendo com terra, água e sementes e gastam energia. Eles são cheios de perguntas, e assim, eu as respondo e depois invisto em livros, imagens e pequenos vídeos educativos durante a semana.

No meu bairro há outros espaços verdes: o jardim externo que um vizinho montou no passeio, um campo aberto para eles correrem. Uma vez por semana eu dou um jeito de passar por lá.

l9

Quem faz HS não tem que enfrentar uma rotina diária de levar as crianças na escola, por isso se na sua casa ou perto dela não há espaços semelhantes, faça um esforço para incluir um passeio fixo num espaço aberto uma vez por semana.

l7 l10

No meu quadro de planejamento semanal, Ciências aparece duas vezes por semana – quando eu geralmente me esforço para fazer alguma experiência científica, ler nossos livros temáticos ou mesmo algum trabalhinho de registro (desenhos, etc.). Quanto ao contato direto: como mencionei, quase todos os dias, e se eu consigo fazer apenas estes contatos durante a semana, cumpri o meu planejamento, já que está é a parte mais importante e significativa,o  que me permite conversar e ensinar muitas coisas. Lupita, por conta de um machucado, aprendeu rapidamente sobre os glóbulos brancos – eu expliquei de brincadeirinha, mas agora ela vive a repetir o assunto e eu vou mostrar um pouco mais. Alguns nos nossos livros preferidos de Ciências incluem:

04

Este foi o nosso primeiro livro de Ciências e ajudou os meus filhos a conhecerem diferentes tipos de animais. Conversamos e eu vou ensinando os nomes. Depois, pergunto: onde está o elefante? Onde está a zebra? Faço isto desde que meus bebês tinham 1 ano, e eles já apontavam e acertavam! Quantos nomes tem os animais! Lembra-se de quando Adão deu nome a todos os animais que Deus criou? Lembra-se da criação do mundo? (e assim, estou sempre ensinando sobre Deus)

03

Ideal para crianças entre 1-4 anos, livrinhos com abas passam o tempo com alegria e ensinam muito! Pequenos Cientistas (resume bem como eu pretendo ensinar formalmente meus filhos em todas as disciplinas de Ciências que temos pela frente):

01 02

A coleção Pequenos Cientistas é muito fofa e tem a descrição completa de experimentos fáceis para crianças pequenas, geralmente a partir dos 3 anos (mas Dimi aproveita pelo lado lúdico). Há também a coleção Jovem Cientista, lançada há alguns anos atrás, com volumes disponíveis ON LINE. Esta pode ser trabalhada por toda a infância e adolescência.

Também lemos as fábulas de Esopo para eles e muitos livros de literatura que tem animais como personagens (você não terá dificuldades em encontrar exemplos). As fábulas mostram um lado de comportamento animal que pode ser comparado com algumas virtudes, vícios e costumes humanos em geral. Esta analogia permite que as crianças entendam o que vem a ser o caráter.

Fora isto, temos 2 projetos este ano.

Primeiro semestre: pequeno jardim externo + horta vertical (na garagem), mais ou menos nestes moldes:

0jardim

Segundo Semestre: Observação do Céu Noturno, com binóculo de observação astronômica. Nós gostamos de ficar na garagem simplesmente deitados olhando o Céu e falando sobre ele. Tenho certeza de que as crianças ficarão animadíssimas em ver as estrelas mais de perto! :)

Os assuntos vão aparecendo e eu vou incluindo no nosso planejamento anual conforme o interesse das crianças. Estações do ano, de onde vem a chuva… apenas para responder os anseios delas, não como ensino conteudista. Vou me esforçar – de verdade – para compartilhar no blog. Eu não tenho muito tempo, mas estou melhor organizada este ano e sei que muitos gostam da partilha, assim como eu gosto de tantas famílias maravilhosas compartilharem suas experiências! Espero vocês aqui! Fiquem com Deus!

 

Anúncios

9 comentários sobre “Como ensinamos… Ciências

  1. Nossa, faz muito tempo que eu não comento aqui hein rs. Você realmente me inspira, me ajuda a continuar sonhando em ser HS quando tiver meus filhos. Conheço um pouco do método de ensinar da escola francesa em que trabalhei e gostei bastante, pois eles não ficam somente nos livros, mas fazem as crianças levarem objetos e principalmente pensarem sobre o que estão aprendendo, em praticamente todas as aulas que eu assisti. Espero levar um pouco de cada aprendizado para meu futuro lar e vendo suas partilhas eu percebo que é sim possível. Continue partilhando para incentivar jovens a trilharem no bom caminho.

    • Obrigada pelo comentário! Tenho certeza de que você fará um bom trabalho, está tendo oportunidades de ver como várias famílias estão fazendo e é muito esforçada!
      Um forte abraço!

  2. Pingback: Trabalhando matemática: Apostila de Escala Cuisenaire | As chamas do lar católico

  3. Olá, gostaria de lhe agradecer por partilhar a educação de seus filhos, firmada na moral e princípios cristãos. Ler o que você escreve alegra tanto meu coração; Inspira-me para educar meu filhinho de 2 anos e sete meses. Que Maria lhe conceda a força necessária para sempre partilhar conosco sua experiência! Muito obrigada!!! Deus abençoe poderosamente você e sua linda familia, em nome de Jesus!

    • Muito obrigada pela estima, farei o meu melhor para partilhar…. já estou escrevendo o post Como ensinamos… História, infelizmente disponho de muitas obrigações com tempo apertado. Deus a abençoe e toda sua família! Paz

  4. Pingback: Como ensinamos… Artes | As chamas do lar católico

  5. Pingback: Como ensinamos… História | As chamas do lar católico

Este blog tem proteção contra comentários com conteúdo impróprio e palavras de baixo calão. Críticas só construtivas. Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s