Cesta de livros de Maio

Salve Maria!

Fiquei devendo as cestas de livros dos últimos dois meses, mas venho trazer a cesta deste mês! (CLIQUE NO TÍTULO DO LIVRO PARA SER DIRECIONADO À LIVRARIA, quando houver)

***

A Virgem Maria

12833367_582039708614984_134074502_n

No mês dedicado à Nossa Senhora, estas narrativas são interessantes, sobretudo para não ler diretamente o livro (para o caso de crianças pequenas, como as minhas), mas para ir contando de cabeça, passar as páginas, mostrar as figuras. Este livro traz pequenos relatos sobre a vida de Nossa Senhora, sua importância para a Igreja – tudo numa linguagem simples e piedosa. Crianças maiores apreciarão uma leitura individualizada.

***

O Pote Vazio (Demi)12527861_582035825282039_1525560861_n

A Demi é uma talentosa ilustradora e escritora de livros infantis – inclusive biografias de Santos – que, infelizmente, tem quase nada traduzido para o português. Já ilustrou a vida de Santa Joana D’arc, Madre Teresa, São Francisco de Assis. Mas ela não é uma escritora católica (até onde sei); antes, é uma artista muito ligada às religiões tradicionais como um todo (orientais, de um modo geral). Este “O pote vazio” ganhou diversos prêmios e é uma excelente fábula chinesa com ilustrações típicas e mensagem universal.

***

Bruxa, Bruxa Venha à minha festa

12834980_582035685282053_437436180_n

Passamos dias e dias lendo este livro várias vezes. Crianças pequenas adoram estes livros criativos, que elas podem decorar depois de poucas leituras! Fizemos leituras com representação e eles amaram. Um livro curto, simples, mas interessante demais!

***

A velhinha que dava nome às coisas (Cynthia Rylant)

image

A história de uma velhinha que dá nome às coisas que irão durar mais do que ela – uma forma de superar a perda de todos os seus amigos de longa data, que à esta altura, já partiram desta vida. Lupita amou este livro e eu também. É muito bonito, terno e fala da amizade de uma velhinha com um cachorro – duas coisas que crianças pequenas costumam gostar.

***

Alice no Jardim de Infância (Lewis Carroll)

image

Esta é uma versão de Alice no País das Maravilhas escrita pelo próprio Lewis Carroll, para crianças até 5 anos. A linguagem é bastante lúdica, aponta para as ilustrações e faz perguntas aos leitores. Eu já tinha este livro há mais de 1 ano – havia tentado ler com Lupita, que não se interessou pela história. (Imagine o meu pânico, já que Alice é simplesmente meu segundo livro infanto-juvenil preferido) O livro não é exatamente longo, mas de qualquer forma, é mais extenso do que os livros que crianças pequenas costumam ler (na época, líamos muito os livros da Audrey Wood). Acontece que este ano eu fui contando, aos poucos, a história de Alice, com muitos detalhes, cantando as músicas da animação da Disney de 1951, e as crianças ficaram interessadíssimas (histórias de cabeça ainda são o sucesso absoluto aqui em casa). Ela mesma foi à nossa estante procurar o livro e assim, lemos ele umas duas vezes em uma semana (tive que incluir leituras do livro original, tanto No país das Maravilhas quanto Através do Espelho).

***

Tonho Choca o Ovo (Dr Seuss)

image

Dr Seuss! O primeiro livro que eu li para meus filhos (até porque já o tinha antes de casar, fiz até um trabalho sobre Dr Seuss na faculdade). Escritor fantástico, entre os meus favoritos! Tonho é um elefante leal que aceita chocar o ovo de uma ave avoada que não quer cumprir com suas responsabilidades. Mas como pode um elefante chocar um frágil ovo?

***

Céu Menino

12528148_582035751948713_1011917352_n

Poesia para crianças com belas ilustrações! O meu estilo de poesia está mais para histórias rimadas – como as de Dr Seuss -, mas é bom incluir livros de poesia à maneira tradicional, embora o resultado seja completamente diferente. Por exemplo: nas histórias rimadas como O Gatola de Cartola (Dr Seuss) ou Malhado Miau (Julia Donaldson) há um grande envolvimento dos meus filhos na história, na memorização dos versos e no interesse mesmo pelo livro. Com poesias como estas de Céu Menino (no mesmo estilo: Adélia Prado, Cecília Meireles) , eles não conseguem acompanhar tão bem; eles não pedem para ler de novo. Mas me perguntam o significado de algumas palavras e eu faço muitos comentários sobre as imagens que os versos produzem. Uma criança mais velha poderá aproveitar mais; todavia, eu penso que uma criança mais velha cujo histórico de leitura inclua desde sempre poesias assim. É uma operação interpretativa diferente, por isso, vez ou outra, eu trago livros assim para o nosso cotidiano!

***

O dia de Chu (Neil Gaiman)

12833266_582035738615381_1870645186_n

Livrinho clássico (na minha casa, pelo menos), excelente para crianças até 3 anos. Agora: você tem que representar, certo? Quando Chu estiver para espirrar, capriche no suspense do espirro, pois é isso que torna o livro interessante – pois é preciso mencionar: Quando Chu espirrava, coisas ruins aconteciam.

***

Espero que tenham gostado!

 

Anúncios

Este blog tem proteção contra comentários com conteúdo impróprio e palavras de baixo calão. Críticas só construtivas. Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s