Dixit: um jogo para a imaginação das crianças

Há muito tempo eu quero falar com vocês sobre um jogo que trabalha bastante a imaginação das crianças: é o Dixit. E, para além da maneira clássica de jogar, eu tenho conseguido aproveitar para criar novos jogos no homeschooling com os meus filhos.

O jogo contém cartas, um tabuleiro, coelhos e fichas pequenas com números. A maneira clássica de jogar é meio difícil de explicar, mas basta saber que o jogo é um tanto subjetivo: trata-se de fazer uma relação entre a imagem do narrador e a do jogador. Mais ou menos assim:

Em Dixit, os jogadores assumem o papel do contador de histórias – o narrador. O narrador da vez deve olhar as 6 cartas em sua mão e, sem as revelar aos outros jogadores, falar uma frase sobre ela.

Os outros jogadores devem então selecionar uma carta (também secretamente), de suas mãos, que mais combina com a frase dita pela narrador.

O narrador embaralha todas as cartas recebidas e as revela sobre a mesa. Agora com todas as figuras à mostra, todos os jogadores devem apostar para acertar a imagem do narrador!

As imagens surrealistas das cartas são incríveis (algumas me lembraram o pintor Edgar Ende), e eu pude perceber várias referências visuais em filmes badalados, como O Show de Truman. Os meus filhos jogam à maneira clássica, mas o que mais gostamos de fazer é distribuir meia dúzia de cartas para cada um e inventar uma micro-história. O resultado é que eles estão cada dia mais criativos.

Que livro esta carta te lembra?

Relacionamos as cartas com as histórias que conhecemos; às vezes há apenas a semelhança de um animal ou castelo, porém o mais importante é ver como eles conseguem fazer relações inteligentes.

Jogo de rimas

Para a trabalhar a consciência fonológica, uma variante do jogo que criamos aqui é rimar uma carta com a outra, principalmente rimas de ação. Meia dúzia de cartas para cada um, mais meia dúzia na mesa: o desafio é rimar uma ação com cada carta exposta. Se na mesa há uma carta com um personagem chorando, devemos rimar com -ando: cantando, dançando, etc.; se o personagem está caindo, devemos encontrar algo nas nossas cartas que esteja sorrindo, saindo.., e por aí vai.

Além do jogo com tabuleiro clássico, há expansões: kits com mais cartas, no mesmo estilo!

As cartas servem para inspirar pinturas e desenhos. Ainda vamos criar por aqui outras maneiras de jogar, e você, com certeza, poderá criar a sua!

Anúncios

Este blog tem proteção contra comentários com conteúdo impróprio e palavras de baixo calão. Críticas só construtivas. Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s