Exercícios de Escrita (1): ensinando a interpretar um provérbio (duas abordagens)

por Vladimir Lachance (via blog Perelim – Literatura, Educação, Humanidades)

No livro A Arte de Escrever e de Falar: Volume 2 – A Composição Literária, o prof. Osmar Barbosa propõe duas maneiras para se interpretar um provérbio.

A primeira maneira é interpretá-lo através de um CONCEITO. Assim, sintetiza-se a ideia que o provérbio quer comunicar através de um texto que o explica conceitualmente.

A segunda maneira é interpretá-lo através de uma NARRAÇÃO. Assim, desenvolve-se a ideia que o provérbio quer comunicar através de um texto narrativo que o explica imageticamente.

***

Vejamos um exemplo dado por Barbosa:

  1. Interpretar o provérbio: “Casa de ferreiro, espeto de pau.”

a) Em forma de conceito: Nem sempre a aparência reflete o interior. Também, muita gente que vive pregando a paz, num contraste com seu espírito, tem ao seu redor pensamentos hostis. Quantas escolas exigindo de seus alunos aplicação e disciplina, com professores sem competência ou negligentes! Para casos assim, nada mais certo que a aplicação do provérbio: “Casa de ferreiro, espeto de pau”.

b) Em forma de narração: Havia, em certa cidade, um famoso escritor. Suas obras eram admiradas por todos e ele vivia mergulhado em sua vasta biblioteca. Ninguém possuía ali uma outra igual. No entanto, seu filho, contrariando a aspiração paterna, mal folheava os livros escolares, frequentando apenas os botequins, onde se entregava aos jogos de aposta e desperdiçava o seu tempo em conversas vazias. Era um dos estudantes menos aplicados, não obstante existir em casa tantos livros que poderiam torná-lo um aluno aplaudido por todos os professores. De onde se conclui que tem sua vez o provérbio: “Casa de ferreiro, espeto de pau”.

***

Este tipo de exercício pode ser utilizado também com crianças, tendo-se o cuidado de propor-lhes provérbios adequados à sua compreensão – o que passa pelo conhecimento da linguagem utilizada e também do universo de coisas a que o provérbio se remete.

Este blog tem proteção contra comentários com conteúdo impróprio e palavras de baixo calão. Críticas só construtivas. Obrigada!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s