Quaresma 2016: Desafio

Salve Maria!

Parece que eu encontrei um desafio perfeito para a Quaresma deste ano, levando em conta as minhas próprias dificuldades e necessidades: é o desafio dos “40 sacos ou sacolas” (40 bags, em inglês). Trata-se de um compromisso de, a cada dia, preencher uma sacola com coisas a serem jogadas fora e doadas, retirando de casa tudo aquilo que não está sendo mais utilizado (na verdade, você pode compensar: pode encher 3 sacos num dia e nenhum no outro, desde que “bata a meta” ao fim da quaresma). A minha grande dificuldade ainda é a organização em casa, e como eu admito que não estou fazendo progressos significativos, esta me parece uma boa opção para dar uma grande arrumada na casa, oferecendo a Deus principalmente o sacrifício do trabalho na faxina, adicionando as coisas que poderão ser doadas e melhor utilizadas por outras pessoas.

40bags

Tradução: Pegue 40 sacos plásticos. Com 15 minutos diários, os preencha, em cada  dia da quaresma, com itens desnecessários para a sua vida. Então, livre-se deles: Doe pra instituições de caridade. Leve para o lixo. Venda. Tire-os da sua vida!

 No fim de cada ano eu costumo tirar muitas caixas de casa para doar ou jogar fora, mas desta vez – além de elevar o meu senso de desapego – eu vou à fundo na limpeza para eliminar aqueles focos intocáveis dentro de armários e guarda-roupas e finalmente me livrar de todas aquelas coisas que guardamos para usar depois e nunca usamos!

O meu esquema é mais ou menos este:

  • Começar pela cozinha. Limpeza completa na geladeira e nos armários, jogando fora restos de comidas. Aproveitar para refletir sobre o que é realmente utilizado e re-organizar a lista de mercado para adequar o consumo.
  • Separar todos os utensílios de cozinha que não são utilizados ou estão muito precários para continuar em uso
  • Quintal: eliminar absolutamente TUDO o que não deveria estar lá! (isto resume bem o espírito)
  • Sala: estante de livros. Eu amo livros, mas está óbvio que alguns foram parar lá por acaso, então, hora do desapego! (Doar)
  • Papéis, papéis, papéis. Por que os guardo tanto? Há um monte deles na sala…
  • Papéis: vocês também estão em cima do meu guarda-roupa!
  • Cacarecos no guarda-roupa: nunca mais quero vê-los novamente!
  • Guarda-roupa: recentemente tive a alegria de receber doações de roupas para Dimi, o que significa que finalmente poderei me livrar de certas peças que uso desde que ele ainda não tinha 1 ano!
  • As roupas de inverno que eu não uso mais darão bons pares de sacolas!
  • Sapatos velhos: eu nem acredito que tenho pares que eu não uso há mais de 1 ano!
  • Brinquedos das crianças: apesar de comprar e ganhar poucos brinquedos, sei que conseguirei reunir um saco dos grandes de peças quebradas e brinquedos que eles não se interessam mais.
  • Banheiros: embalagens com restos de cremes que já devem estar vencidos e pequenos trecos que não servem para nada!
  • Roupas e sapatos velhos do marido: tenho certeza de que vou conseguir pelo menos dois sacos aqui!
  • Materiais escolares das crianças: papéis, cartolinas usadas, lápis quebrados, borrachas estragadas, revistinhas recortadas… um monte de lixo acumulado aqui e ali em caixas.

Na hora, sei que vou encontrar outros focos…

Acho que será a minha primeira quaresma realmente “séria”. Antes de casar, funcionava parar de acessar redes sociais e coisas do tipo. Agora, eu acho que preciso de um pouco mais de sacrifício com uma boa dose de seriedade. Dessa forma eu estarei forçando a minha natureza e edificando a minha família, oferecendo algo que também é útil para eles.

Por favor, rezem por nós! :)

Anúncios

Festa de Casamento

Detalhes da minha festa de casamento! Uma singela maneira de comemorar as graças que se recebe no santo matrimônio, promovida por uma querida família muito experiente em organizar tais reuniões. Talvez seja útil para você, se achar alguma vantagem no espírito de uma comemoração como esta – bem diferente das badalações e luzes do salão de festas. Pode ser realizada no mesmo dia do casamento, ou – como no meu caso – posteriormente, no dia seguinte ou alguns dias depois. Se tivesse feito no mesmo dia, teria usado o meu vestido de noiva, mas acabei não o levando para São Paulo.

O que mais agradará numa festa como esta é, sem dúvida, a oportunidade de comemorar o casamento com alegria, mas sem irreverência. Por irreverência queremos dizer pista de dança, música duvidosa e situações embaraçosas (tais como: comentários de duplo sentido, convidados que passam da conta, etc.). Preferimos descrever para evitar qualquer mal-entendido – e se damos uma descrição exata do que sejam as festas de casamento atualmente, não quer dizer que seja impossível realizar uma sem tais inconvenientes. O tipo de festa mostrado aqui também atende àqueles que desejam aproveitar as graças do sacramento no recolhimento e na oração – para então celebrar entre amigos. Quem não pode ou não deseja gastar muito, igualmente tirará proveito.

Organizando a festa

Uma festa de casamento em casa é uma celebração mais íntima, de modo que não é necessário convidar todos os que foram chamados para a cerimônia religiosa. Com isto não se quer dizer que os preteridos na lista da festa são menos dignos, pois se foram convidados para a igreja,  aí reside a verdadeira honra. No entanto, por uma série de razões (grau de aproximação, conveniência, etc.), parece mais acertado que haja diferença nas duas listas de convidados. Quando isto estiver definido, convém decidir o horário e o que oferecerá para os mesmos.

Você pode oferecer um almoço, jantar, chá, café da manhã, ou o bolo de casamento – o nosso caso, com champagne! Éramos apenas quatro casais, mas você pode pensar em algo que envolva apenas a família, por exemplo. Tudo depende de como for melhor para os noivos, e de algumas circunstâncias.

Eis a mesa:  prepare-a com carinho, pois é como encantará os convidados! É também onde tirará as belas fotos para o álbum de família, que começa a montar com o seu marido a partir do dia do casamento.

Detalhes desta mesa

Com poucas coisas é possível montar uma mesa atraente. Já agora, começo a pensar na utilidade das caixas com fitas de cetim, aranjos de flores artificiais, tecidos guardados, etc. Tendo estas e outras coisas à mão, não terá dificuldade para embelezar o ambiente.

O bolo (delicioso, de chocolate)  foi enfeitado com um arranjo de flores artificiais. Simples e barato, não? Anote esta dica para outras ocasiões, como aniversários. No centro da mesa, um tecido de cetim rosa colocado de maneira a formar um ninho amassado prestes a abrigar o bolo! Uma fita de cetim dá o toque especial no bolo (ela foi presa com durex no suporte). O cartão é nosso convite.

Mais um arranjo de flores artificiais para compor a mesa. Você pode comprar flores naturais ou espalhar pétalas de rosa caso dispense o tecido de cetim ou algo mais volumoso no centro. Ter boas peças para servir é indispensável – mas elas não precisam ser caras. As porcelanas ou as peças em madeira são opções mais em conta, e pode-se montar outro tipo de decoração com elas.

Na mesa, apenas as taças dos noivos. Note como a mesa da festa de casamento deve ser mais direcionada ao casal… por isso, não se deve colocar coisas demais, nem tudo o que será servido. O intuito é pôr em evidência a felicidade a dois – onde os amigos serão as testemunhas daquela união que se inicia. Nas festas em geral, o comum é arrumar a mesa da forma mais convidativa para os presentes, que quase sempre se servem nela – mas aqui tem-se em vista algumas das cenas mais significativas dos primeiros momentos entre esposo e esposa: agora cada qual está a serviço do outro. O esposo abre o champagne e serve a mulher; esta parte e serve o bolo.

Colocar um detalhe para representar o casal é interessante: na mesa, o conde e a condessa de porcelana (outra opção é pôr um porta-retrato já com uma foto do casamento).

Cenas da festa

Para o álbum de família, algumas cenas são lindas! A foto do casal em frente a mesa, bem como partindo o bolo… não pode faltar… eis algumas da minha festa:

Todos reunidos! Meu sinceros agradecimentos à linda família, que nos ensina tantas coisas, principalmente com seu exemplo!

Meu marido abrindo o champagne… (eu estava com tanto medo que estraguei a foto…)

Servindo a esposa…

Isto deveria ter sido a foto clássica, cruzando as taças… mas eu estava com muita vergonha, não consegui… me perdoem!

Cortando o bolo e servindo os convidados…

Um brinde a todos os que rezaram pelo meu casamento! Obrigada, mais uma vez! Salve Maria Santíssima!